Pacote Fácil head banner

Pacotefácil

SEU GUIA FÁCIL DE VIAGEM

Serra Catarinense - Santa Catarina

Pontos turísticos da Serra Catarinense, em Santa Catarina

Pontos turísticos da Serra Catarinense

A Serra Catarinense é considerada a região mais fria do Brasil e o único lugar onde a precipitação de neve é certa no inverno. Nesta época, mesmo que por poucos dias, a paisagem se tinge de branco e as árvores e cachoeiras congelam. Dentre as cidades que compõe a serra, Bom Jardim da Serra, São Joaquim, Urubici e Urupema estão entre os seus maiores destaques. A seguir o Pacote Fácil oferece passo-a-passo os principais roteiros turísticos da Serra Catarinense.

Bom Jardim da Serra

Considerado um dos mais belos cartões-postais de Santa Catarina, a cidade de Bom Jardim da Serra possui uma das mais lindas topografias do Estado. Conhecida também como Capital das Águas, sua região foi presenteada com uma imensa quantidade de rios e cascatas que embelezam ainda mais a paisagem. Veja a seguir alguns atrativos de Bom Jardim da Serra.

Canyon das Laranjeiras

Localizado na área da Fazenda Santa Cândida, o Canyon das Laranjeiras é um dos destaques da região serrana de Santa Catarina. Com uma bela formação rochosa, o canyon é uma das maiores preciosidades naturais da Serra Catarinense - além de curioso acidente geográfico -, sendo mais uma demonstração de sua rara beleza. O Canyon das Laranjeiras recebe as águas do rio Laranjeiras, e abriga uma rica e exuberante vegetação típica das serras. O acesso ao canyon é feito por trilhas que saem da Fazenda Santa Cândida, sendo aconselhável a companhia de um guia para orientar o percurso. Em dias mais nublados a vista do canyon fica encoberta, por isso, recomenda-se consultar com antecedência a condição do tempo para o local.

Parque Nacional de São Joaquim

Criado em 1961 com o objetivo de preservar a fauna e flora típicas do Sul do país, o Parque Nacional de São Joaquim é uma das maiores áreas destinadas à preservação permanente. Com uma infinidade de atrativos naturais, o parque é dominado pela vegetação da Mata Atlântica, onde se alternam campos, florestas e matas de araucárias, desenvolvidas entre 500 e 1.200 metros de altitude. A araucária, também conhecida como pinheiro brasileiro, foi um dos principais motivos para a criação do parque, que ainda abriga outras espécies ameaçadas de extinção como a Canela-preta e a Imbuia. Dentre as inúmeras atrações do parque encontram-se lindíssimos canyons, morros, cascatas e infinitas trilhas, que podem ser percorridas à pé ou à cavalo. Nos meses do inverno a neve torna-se uma das principais e mais belas imagens do parque.

Serra do Rio do Rastro

Considerada uma das mais lindas paisagens brasileiras, a Serra do Rio do Rastro possui 12 quilômetros da mais rara e indescritível beleza. Coberta pela exuberante Mata Atlântica, em dias límpidos é possível observar sua magnífica paisagem, composta por vales, montanhas, morros e colinas, e ainda apreciar o encantador cenário do mar ao fundo - que pode ser visto a uma distância de até 100 quilômetros. A Serra do Rio do Rastro possui a estrada asfaltada mais sinuosa do Brasil, a SC-438, que liga a cidade de Lauro Muller - próxima ao litoral catarinense - à cidade de São Joaquim. Suas belas curvas margeiam um canyon com cerca de 1.450 metros de altitude, com diversos mirantes para observar a fascinante paisagem da região. Grande parte das cidades à beira das serras encontram-se a mais de mil metros de altitude, apresentando a ocorrência de neve durante os períodos do inverno, quando as temperaturas podem tornar-se extremas.

São Joaquim

Considerada a cidade mais fria do país, São Joaquim é conhecida como a Cidade Neve. Com sua linda paisagem serrana, os meses de inverno a transformam num lençol branco estendido sobre os vales, montanhas, montes e planaltos. Como grande produtora de maçãs, a cidade também oferece o espetáculo da florada e colheita da maçã. Veja a seguir alguns atrativos de São Joaquim.

Igreja Matriz de São Joaquim

Inaugurada em 1935, a Igreja Matriz de São Joaquim começou a ser edificada no ano de 1918, num trabalho que se estendeu por mais de quinze anos. Construída inteiramente em pedra basalto, suas pedras foram retiradas dos morros próximos e transportadas lentamente em carros de boi. Na sua parte externa apresenta lindas esculturas de profetas bíblicos, e de Adão e Eva, esculpidas pelos artistas Elson Kiyotaka Outuki e Nelson Matias. A igreja está localizada na Praça João Ribeiro, onde bonitas árvores congelam no inverno, transformando o local num encantador bosque de gelo, além do tradicional lago que congela nas noites mais frias, despertando a curiosidade dos visitantes.

Museu Histórico Municipal de São Joaquim

Bonito espaço ao ar livre, o Museu Histórico Municipal de São Joaquim foi criado para resgatar e manter a memória histórica do município. Conhecido também como Espaço Assis Chateaubriand, o museu conta com um espaço dedicado à Assis Chateaubriand - jornalista e político, considerado um dos homens públicos mais influentes do Brasil -, ilustrando a história de sua passagem pelo município. Além do espaço ao ar livre, o Museu Histórico Municipal é dividido em salas relacionadas à temas diversos, abrigando um acervo com exposições temáticas, que retratam o ciclo da madeira, a colonização na região e o tropeirismo - atividade ligada ao transporte do gado entre diferentes regiões brasileiras.

Snow Valley Parque Ecológico

Grande reserva de mata nativa, o Snow Valley Parque Ecológico abriga uma série de atrativos naturais, como a típica floresta serrana, com sua rica fauna e flora; uma mata de xaxins nativos centenários, que chegam a atingir até dez metros de altura - pelo seu ritmo de crescimento, presume-se que eles já estivessem no local quando os portugueses chegaram ao Brasil há 500 anos -; cascatas com até seis metros de altura; inúmeras trilhas ecológicas; pontes rústicas; uma Estação Experimental de Fruticultura, com plantações de peras e maçãs abertas à visitação; além das lindas paisagens com araucárias e o saudável ar puro da região. Com toda a sua beleza natural é possível realizar diversas atividades ao ar livre, como a tirolesa e o arvorismo. O parque ainda abriga alojamento para grupos, uma área de camping, cabanas rústicas para aluguel e um local onde é servido diariamente um delicioso café colonial.

Urubici

A cidade de Urubici é um dos poucos lugares do país onde cai neve no inverno, com temperaturas que já chegaram a atingir -17,8ºC. Suas áreas montanhosas abrigam magníficas paisagens naturais, onde o silêncio das matas de araucárias é quebrado apenas pelo som das cachoeiras, pela melodia do vento soprando as encostas e o canto dos pássaros. Veja a seguir alguns atrativos de Urubici.

Gruta Nossa Senhora de Lourdes

Cercada por belos paredões rochosos, a gruta natural abriga uma imagem de Nossa Senhora de Lourdes desde 1944, além do altar com magníficas imagens sacras, encaixados na parte baixa do paredão. Com seu belíssimo aspecto, a gruta ainda apresenta uma queda d'água com mais de dez metros de altura, de águas límpidas e cristalinas, que desce por um dos paredões de pedra, sendo despejada num sereno lago. A Gruta de Nossa Senhora de Lourdes é destino de peregrinação religiosa dos fiéis de todo o Estado; nos meses de outubro acontece a famosa Romaria da Penitência em honra à santa, quando os religiosos têm a oportunidade de demonstrar sua fé.

Morro da Igreja

Considerado o mais alto ponto habitado no Sul do país, o Morro da Igreja chega a alcançar até 1.822 metros de altitude. Como um dos pontos mais altos, o morro apresentou a temperatura mais baixa já registrada no Brasil, marcando -17,8ºC, com sensação térmica de -40ºC. Todos os anos, o Morro da Igreja oferece o incrível espetáculo da neve, cobrindo sua vegetação de branco nos meses do inverno. Do alto do morro observa-se uma das mais lindas vistas da região, com uma visão completa da cadeia de montanhas da Serra Catarinense, além da belíssima vista da Pedra Furada - curiosa escultura natural semelhante à uma janela. Em dias límpidos é possível avistar o mar do litoral catarinense a mais de 100 quilômetros de distância.

Morro do Campestre

Com sua bonita formação rochosa, o Morro do Campestre possui formações de arenito bastante impressionantes. Com cerca de 1.380 metros de altitude, suas rochas apresentam diferentes e inusitados formatos, dentre as quais se destaca uma encantadora formação com um grande buraco no meio. Conhecido também como Morro da Cruz, do seu alto a vista é deslumbrante, sendo possível observar quase todo o vale do rio Canoas e sua magnífica paisagem. Para chegar ao Morro do Campestre é preciso pegar uma trilha de caminhada leve, onde as pedras, por vezes, formam escadas naturais para facilitar o percurso. O morro está localizado na Fazenda Campestre com acesso pela porteira de entrada.

Cachoeira do Avencal

Considerada um dos mais belos espetáculos naturais da região, a cachoeira do Avencal possui cerca de 100 metros de queda livre. Originada do pequeno rio do Funil, a impressionante cachoeira herdou o seu nome de uma planta muito comum na região serrana, e típica de ambientes sombreados e úmidos, a avenca. A cachoeira do Avencal oferece dois diferentes, mas agradáveis passeios, sendo o primeiro deles realizado à parte de baixo e o segundo à parte de cima da cachoeira. O primeiro percurso, indicado para os amantes de caminhadas e trekking, é feito por uma trilha entre pedras e mata nativa, onde predomina uma vegetação exuberante. Já o segundo percurso possui fácil acesso e apresenta uma paisagem fascinante - vista de cima da cachoeira -, com atividades de rapel e tirolesa para os mais aventureiros. Seus paredões apresentam um grande formato em "U" que quase se fecham em 360º.

Serra do Corvo Branco

Lindíssimo emaranhado de escarpas e montanhas, a Serra do Corvo Branco apresenta uma altitude com aproximados 1.740 metros. Com o maior corte em rocha do Brasil, a serra possui cortes que chegam até 90 metros. Abriga duas extensas áreas de natureza intocada, o Parque Nacional de São Joaquim e o Campo dos Padres - o imenso platô das serras. Segundo a lenda que originou o seu nome, um caboclo, andando pela região, encontrou um ninho de pássaros brancos. O caboclo então levou-os para casa e os pássaro foram crescendo, tornando-se pretos; eram corvos. Nas encostas íngrimes da serra é possível visualizar a figura de um corvo lá em cima, importante obra incrustrada na rocha pela mão humana. Para realizar o percurso da Serra do Corvo Branco é necessária a orientação de um guia especializado.

Urupema

A cidade de Urupema apresenta neve e fortes geadas durante o inverno. Com rios claros, campos verdes e belos pinheiros, suas cachoeiras e a vegetação rasteira se cobrem com delicados cristais de gelo, provocando um clima de paz e serenidade despertado pela cor branca. Veja a seguir alguns atrativos de Urupema.

Morro das Torres

Com cerca de 1.750 metros de altitude, o Morro das Torres oferece uma vista espetacular das Serras Catarinenses. Como um dos locais mais altos e frios do país, o morro é considerado um dos melhores pontos para observação da queda de neve no inverno. O Morro das Torres é também conhecido por sua excepcional beleza e singularidade, apresentando uma extensão totalmente plana, com campos sempre úmidos, dominada pela exuberante vegetação nativa. Seu posicionamento, juntamente com a Serra da Favora - sua vizinha -, constituem a primeira barreira física para as correntes oceânicas carregadas de umidade, produzindo constantes nevoeiros em seu topo. O Morro das Torres - ou Morro das Antenas, como também é conhecido - possui fácil acesso, permitindo que mais pessoas atinjam o seu cume e se encantem com as maravilhas que a natureza da região oferece.

Cascata que Congela

Formando cristais de gelo que oferecem um visual espetacular, a cascata que congela torna-se um importante atrativo da região durante os dias mais frios do inverno. Com uma suave queda d'água de cerca de 12 metros, a cascata simplesmente deixa de correr e se transforma em gelo. Seu congelamento é atingido devido à localização específica da cascata, numa pequena reentrância, quase totalmente escondida pela típica vegetação da serra, e sombreada a maior parte do dia, permitindo que o ar frio da região permaneça sem aquecimento, expondo o local a muitas horas sob temperaturas negativas. Em ocasiões passadas, a cascata manteve-se congelada por até cinco dias seguidos. A Cascata que congela está situada no Morro das Torres.

Taipas

Encontradas em toda a Serra Catarinense, as taipas são muros construídos com pedras basalto, que ocorrem em maior concentração na região de Urupema, especialmente no caminho que leva à cidade. Tradição centenária nas serras, as taipas revelam uma engenhosidade no aproveitamento do material encontrado em grande quantidade no local. Começaram a ser construídas no século XVIII, com o objetivo de dividir propriedades, limitar áreas do gado ou apenas indicar caminhos. Como forma de resistir ao tempo, as pedras eram cuidadosamente encaixadas umas às outras; o trabalho era árduo e lento, tendo como maior dificuldade sua extração e transporte, uma vez que as melhores pedras ficavam sob a terra, sendo retiradas uma à uma com pás, para depois serem transportadas em carros de boi. As taipas são consideradas uma das maiores marcas do tropeirismo no Sul do país, além de grande atração turística.

Foto da autora do site

Ana Golfetto Masella


Criadora e produtora do site Pacote Fácil, onde elabora guias de viagem sobre os mais de 12 estados brasileiros e 60 destinos que já visitou. Trabalha com internet desde 2008. Exerce as funções de Programadora e Gestora de Conteúdo Web e para Mídias Sociais. Natural da cidade de São Paulo, também escreve sobre vinhos, uma de suas paixões, tendo ministrado cursos de degustação para grupos de enoturismo.

Dicas por e-maildicas por e-mail

comments powered by Disqus