Aqui você encontra tudo fácil

Pacotes de viagem

Destinos turísticos

Passeios e excursões

Figura com sol, mar e coqueiros

Museu de Inhotim em Minas Gerais

Arte no Museu de Inhotim

Por Ana Golfetto Masella

Interação entre arte e natureza no Museu de Inhotim

O Museu de Inhotim é considerado o maior museu à ceu aberto do mundo. Ele abriga um vasto acervo de artes integradas à natureza.

Esse centro de arte contemporânea está localizado na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais. Ocupa uma área com jardins paisagísticos, onde se destacam coleções de espécies tropicais raras e um acervo artístico de relevância mundial.

Sua coleção conta com mais de 500 obras de artistas nacionais e internacionais. São pinturas, esculturas, desenhos, fotografias, vídeos e instalações exibidos em diversas galerias.

A visita ao museu é um ótimo programa para as férias ou feriados, e perfeito para os amantes da arte. Vale a pena ser visitado em pelo menos três dias.

Contraste entre o moderno e o rústico

O museu contempla uma arquitetura que vai muito além dos convencionais museus urbanos. Seus artistas têm a oportunidade de produzir obras de grande escala e complexidade. Obras expostas de maneira inusitada, entre os lagos que surgiram nos buracos da mineração.

A instalação conhecida como Beam Drop é uma das mais impressionantes. Criada pelo americano Chris Burden, a obra está localizada no alto de uma montanha. É formada por 71 vigas de aço inseridas aleatoriamente numa vala de cimento, propondo a ideia de desconstrução da escultura moderna.

O De Lama Lâmina é uma obra que provoca impacto. A instalação, de autoria do americano Matthew Barney, é formada por uma redoma de vidro e aço incrustada no meio da mata nativa. A arte remete à ideia de que a devastação e o sublime se fundem. No interior, uma máquina ergue uma escultura representando uma árvore.

O Museu de Inhotim é um espaço para a criação e formação cultural. Trata de temas modernos e da conscientização sobre o meio-ambiente.

Veja também: