Pacote Fácil head banner

Pacotefácil

SEU GUIA FÁCIL DE VIAGEM

Jalapão - Tocantins

Guia de viagem do Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins
Uma imersão natural no centro do país

O Jalapão está entre os destinos mais fascinantes do país graças à vida e às cores que provém de seu impressionante conjunto natural. Não é à toa que é considerado um dos principais roteiros para os adeptos do ecoturismo e turismo de aventura.

Esse paraíso de beleza ímpar é responsável pela preservação de uma rica biodiversidade por meio do Parque Estadual do Jalapão. Ali, o contato exclusivo com a natureza é reforçado, uma vez que a incomunicabilidade é um dos seus aspectos mais marcantes. Ou seja, é um lugar em que você não vai encontrar orelhões e nem sinal para o celular. Mais rústica e isolada do que isso, impossível!

Portanto, a palavra de ordem para os aventureiros de plantão é imergir na natureza e "desligar" do resto. O que é perfeito para quem deseja um relaxamento mais profundo.

Quando ir
Capim dourado no Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins

A melhor época para visitar o Jalapão é muito pessoal. O clima da região é tropical continental, com temperatura média anual variando em torno de 30º C.

Não existe tempo feio para quem quer visitar as belezas desse lugar. Entretanto, há dois períodos bem definidos: o seco (maio a setembro) e o chuvoso (outubro a abril). Na época de seca os dias são bem quentes, enquanto na chuvosa são mais amenos.

O Jalapão é o maior parque estadual do Tocantins, sendo composto por oito cidades. Dentre as principais estão Mateiros, Ponte Alta (porta de entrada) e São Félix.

O que fazer
Cerrado no Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins

O Jalapão é uma região selvagem e afastada, mas de uma infinita beleza natural.

Num lugar onde a natureza é abundante, o contato com a biodiversidade é intenso. São cachoeiras, rios, poços de águas cristalinas, dunas douradas, imensas chapadas e formações rochosas de formatos e cores variados. Sem contar nos animais e plantas exóticos.

A prática de esportes é uma das principais atividades no parque, além do artesanato em capim dourado (matéria-prima de um belo trabalho produzido pelos nativos).

Onde ficar
Hospedagem no Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins

A hospedagem no Jalapão é bastante rústica e incomum.

Por ser um destino que percorre grandes distâncias, existem poucas opções de hospedagem (com pousadas num ou noutro vilarejo). A dica aqui é contratar uma agência especializada em roteiros do Jalapão.

Como as agências trabalham com roteiros diferentes, o tipo de hospedagem varia. Enquanto umas fornecem acompamento permanente (ou safari camp) e super confortável, outras oferecem acompamentos diversos ao longo do percurso. Há ainda as que contam com pousadas em São Félix do Tocantins.

Como chegar
Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins

A melhor forma de chegar ao Jalapão é viajar de avião até Palmas, capital do Tocantins. Há vôos regulares ao Aeroporto de Palmas (PMW) de várias localidades.

Ponte Alta é a porta de entrada do parque, a 200 km da capital por estrada asfaltada. Daí em diante são apenas estradas de terra. As opções são: você alugar um carro ou pegar um ônibus na rodoviária de Palmas.

Circular no parque é recomendável somente com veículos 4x4. As agências de viagem costumam utilizar caminhões no estilo dos overlands africanos ou mamutes, além de jipes.

O que comer
Culinária típica do Jalapão: buriti

A culinária do Jalapão tem forte influência indígena.

Pratos típicos mesmo, você vai encontrar nas feirinhas da capital Palmas, onde é possível saborear peixes (como a caranha), carne de sol, bolinhos diversos, uma fartura de farinhas (como a de mandioca) e muitas frutas típicas (e amazônicas).

Já, dentro do parque, as agências são responsáveis pelas refeições. Nas trilhas, os guias apresentam plantas com frutos que podem ser comidos direto do pé, como o catolé (uma espécie de coco pequeno). Nas comunidades quilombolas, prova-se uma variedade de delícias típicas (vai um doce de buriti aí?).

Roteiro ou excursão?
Transporte no Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins

Se você é uma pessoa que gosta de curtir os passeios no seu ritmo, o melhor é optar por uma viagem independente, onde você é quem comanda o próprio roteiro. Neste caso, esse guia oferece as informações básicas para você viajar.

Já, se busca a comodidade e não tem tempo de planejar, opte por comprar um pacote de viagem para o Jalapão. Este guia fornece à você várias ofertas de pacotes.

Pode ser que você procure outras companhias para viajar. A dica é se inscrever no grupo Amigo Viajante e ficar atento às excursões e passeios, ou até postar um convite para uma viagem.

Foto da autora do site


Criadora e produtora do site Pacote Fácil, onde elabora guias de viagem sobre os mais de 12 estados brasileiros e 60 destinos que já visitou. Trabalha com internet desde 2008. Exerce as funções de Programadora e Gestora de Conteúdo Web e para Mídias Sociais. Natural da cidade de São Paulo, também escreve sobre vinhos, uma de suas paixões, tendo ministrado cursos de degustação para grupos de enoturismo.

comments powered by Disqus