Aqui você encontra tudo fácil

Pacotes de viagem

Destinos turísticos

Passeios e excursões

Figura com sol, mar e coqueiros

Pontos turísticos de Florianópolis

Ponte Hercílio Luz, Florianópolis

A cidade de Florianópolis é uma das capitais com melhor qualidade de vida do país, além de possuir as mais belas praias da região Sul. Esta maravilhosa ilha, de estilo de vida próprio, ganha destaque por ser uma ilha de contrastes: por um lado, urbana e moderna, pelo outro, uma cidade pacata, com numerosas comunidades de pescadores à beira mar.

Quer saber o que fazer em Florianópolis? Acompanhe a seguir as dicas dos principais pontos turísticos de Florianópolis.

Praia da Joaquina

Conhecida por suas famosas dunas, a Praia da Joaquina é uma das mais frequentadas na região leste da ilha. Diz a lenda que Dona Joaquina, uma conhecida rendeira do início do século XVIII, além de ensinar outras mulheres da região a fabricarem belos utensílio domésticos - a partir de linhas entrelaçadas -, ainda preparava e servia deliciosos pratos aos pescadores locais. Contam que um dia ela estava tecendo rendas na praia, quando foi tragada pelas fortes ondas do mar. Uma outra hipótese para o nome Joaquina - e considerada a mais provável - é que ele tenha se originado de Joaquina Rosa de Oliveira Costa, filha do Barão de Laguna - e Senador no Império por Santa Catarina; a família era grande proprietária de terras na região. Por possuir "ondas ideais", a Praia da Joaquina é muito frequentada por surfistas e já foi sede de alguns campeonatos mundiais de surfe. Do lado esquerdo da praia há um bonito aglomerado de rochas e em suas imensas dunas - de areia branquíssima - é possível praticar o sandboard - ou surfe de areia. Sua beleza e excelente infra-estrutura, com chuveiros públicos, sanitários, estacionamento, lojas de artesanato, restaurantes, bares, hotéis e iluminação noturna, atraem um grande número de turistas e excursões provenientes de todos os cantos do país e do exterior. A Praia da Joaquina fica a 17 quilômetros do centro de Florianópolis, na região leste da ilha.

Praia Mole

Sua areia solta e macia deu origem ao excêntrico nome de Praia Mole. Conhecida como um tradicional ponto de encontro de pessoas jovens e descontraídas em Florianópolis, a Praia Mole é perfeita para a prática de surfe e de outros esportes ao ar livre. A praia é também considerada uma das mais belas da região leste da ilha, tendo como aspecto marcante a preservação ambiental, onde associações promovem a limpeza periódica do local, além de campanhas de conscientização sobre a coleta seletiva do lixo, como forma de impedir a destruição da natureza. Além do seu belíssimo cenário, a praia possui barzinhos à beira mar e um gostoso restaurante natural, onde são servidos alimentos saudáveis, como lanches e sucos de frutas naturais; os sucos e os drinks recebem atenção especial, num vasto cardápio que apresenta as diversas combinações entre frutas, ervas e iogurtes. A Praia Mole fica localizada a aproximadamente de 15 quilômetros do centro de Florianópolis, na região leste da ilha.

Praia do Jurerê

Com sua bonita coloração verde, temperatura amena e ondas calmas, a Praia do Jurerê é considerada uma das mais badaladas da ilha e bem frequentada pela alta elite, por estrangeiros e artistas famosos de diversas partes do mundo. No mar, os veleiros e lanchas dão um ar de sofisticação ao lugar. Em terra, o bairro do Jurerê está dividido em duas categorias, no lado esquerdo encontra-se o loteamento residencial conhecido como Jurerê Internacional, que oferece bares e restaurantes requintados, um shopping a céu aberto, além das inúmeras mansões e imponentes residências. No lado direito estão os moradores mais antigos do bairro, que preservam as tradições manezinhas da ilha e onde estão os restaurantes que servem uma culinária típica; este lado abriga também o Iate Clube de Santa Catarina. A Praia do Jurerê possui cerca de 3 quilômetros de extensão e está localizada na região norte da ilha.

Praia de Canasvieiras

Conhecida como um dos principais balneários do Sul do país, a Praia de Canasvieiras é uma das preferidas dos turistas latinos, além de ser uma das mais movimentadas de toda a ilha. Com suas águas verdes, poucas ondas e temperatura amena, a Praia de Canasvieiras oferece inúmeras opções de lazer, como passeios de escuna, banana-boat, mergulho e locais para a prática de atividades como frescobol, futebol e vôlei de areia. Fundada por açorianos em 1754, Canasvieiras é a praia com melhor infra-estrutura turística, com shoppings, supermercado 24 horas, restaurantes, casas de massas, docerias, sorveterias, bares, casas noturnas, além da vasta rede hoteleira - com atendimento bilingue em grande parte dos seus estabelecimentos. A Praia de Canasvieiras possui cerca de 2 quilômetros de extensão e fica localizada na região norte da ilha.

Praia dos Ingleses

Com águas azuis, mornas e poucas ondas, a Praia dos Ingleses é considerada um dos principais pontos turísticos do lado norte da ilha. Banhada por mar aberto, a Praia dos Ingleses possui uma bonita duna que a separa da Praia do Santinho - sua praia vizinha. O belo atrativo natural permite praticar o sandboard, que atrai pessoas de todas as idades ao local. Segundo seus antigos moradores, o nome da praia deve-se a um navio inglês que ali encalhou há muitos anos - e que nunca, ninguém, soube o seu destino. A primeira hipótese menciona que o navio desencalhou e seguiu seu rumo, deixando apenas alguns tripulantes na ilha; uma segunda hipótese diz que o navio naufragou próximo à praia. Ainda hoje, os moradores nativos da praia mantém as fortes tradições de colonizadores açorianos. Com a pesca da tainha, no inverno, são realizadas festas religiosas e apresentações folclóricas, que representam as raízes da cultura local. Considerada uma das maiores praias da ilha, a Praia dos Ingleses possui cerca de 5 quilômetros de extensão. A praia está situada no norte da ilha, a 36 quilômetros do centro.

Praia do Santinho

Com tranquilidade e beleza paradisíaca, a Praia do Santinho é frequentada por turistas e surfistas que amam a natureza e o ambiente calmo da praia. Por ser uma praia de mar aberto e agitado, suas águas proporcionam excelentes condições para a prática de esportes marítimos, como o surfe. O nome Santinho tem origens numa inscrição rupestre encontrada há muitos anos na praia, cuja caracterização assemelhava-se a uma figura humana. Contam que por volta de 1940, pescadores e moradores locais costumavam rezar e fazer oferendas à imagem, que acabou sumindo misteriosamente do local. No limite direito da praia existe um paredão de aproximadamente 3 metros quadrados - em blocos de diabásio preto -, coberto por sinais gravados em profundidade na rocha, onde há círculos concêntricos - com pontos ou a letra "X" no centro -, linhas onduladas paralelas e figuras estilizadas de humanos, que datam de cerca de cinco mil anos. As inscrições rupestres são um dos grandes atrativos da praia, além de sua rara beleza e dunas com aspecto selvagem. A Praia do Santinho fica situada a cerca de 40 quilômetros do centro de Florianópolis, no lado norte da ilha.

Praia de Moçambique

Considerada a praia mais extensa e conservada da ilha, a Praia de Moçambique possui águas claras e uma beleza exuberante. O nome Moçambique surgiu a partir de um molusco conhecido como moçambique - semelhante à uma ostra -, muito comum em suas areias. Localizada numa área de proteção ambiental, a Praia de Moçambique faz parte do Parque Florestal do Rio Vermelho, uma reserva com cerca de 400 mil metros quadrados e vegetação predominante de pinus, onde não é permitido realizar nenhum tipo de construção. Seu ambiente agradável e selvagem apresenta lindas dunas, cobertas por uma vegetação rasteira. Por ser uma praia de mar aberto - Moçambique é banhada pelas Correntes das Malvinas - é considerada uma praia de tombo e, por isso, torna-se uma das preferidas pelos surfistas. A Praia de Moçambique possui uma extensão de aproximadamente 8 quilômetros e está localizada na região leste de Florianópolis.

Praia da Barra da Lagoa

Localizada numa área privilegiada e de grande beleza, a Praia da Barra da Lagoa está incrustrada entre o Oceano Atlântico, a Lagoa da Conceição e o Morro da Galheta, sendo cortada pelo Canal da Barra, que une as águas da Lagoa com as águas do mar. Considerada importante núcleo pesqueiro de Florianópolis, a Barra da Lagoa oferece uma ótima oferta de peixes para pesca. Sua praia possui ondas suaves, areias brancas e finas, que convidam à uma agradável caminhada por seus quase 700 metros de extensão. A Barra da Lagoa é banhada por mar aberto, porém, suas águas são mais calmas à medida que são freadas pela forte correnteza do Canal; por esse motivo, a praia é frequentada por surfistas, mas também por banhistas. Uma de suas principais atrações é a bonita ponte pênsil, que passa sobre o Canal da Barra, além de um pequeno calçadão que termina no encontro das águas do mar com a Lagoa. A Barra da Lagoa fica na região leste da ilha.

Praia em Florianópolis

Lagoa da Conceição

Considerado um dos pontos turísticos mais conhecidos de Florianópolis, a Lagoa da Conceição está localizada entre montanhas, planícies costeiras, restinga e o mar. Com uma área de cerca de 20 quilômetros quadrados, a Lagoa está dividida em Lagoa de Dentro e Lagoa de Fora. Ao longo de suas margens há pequeninos trechos de areia, intercalados por costões, planícies arenosas, dunas e montanhas, que a separam - em parte - do Oceano Atlântico. Um estreito canal faz a ligação entre a Lagoa e o mar, por isso, a Lagoa é, na verdade, uma laguna. A Lagoa da Conceição é o local ideal para realização de atividades esportivas, como a vela, canoagem, windsurf e o sandboard - na área das dunas; para quem gosta de caminhar, existem ainda trilhas para passeios ecológicos. Há também uma boa quantidade de restaurantes, bares e cafés, que atraem turistas e moradores em busca de diversão. A Lagoa da Conceição está situada a 12 quilômetros do centro de Florianópolis, na região leste da ilha.

Morro da Cruz

Considerado um dos melhores mirantes de Florianópolis, o Morro da Cruz é o ponto que oferece um visual mais completo da ilha devido à sua localização. Conhecido anteriormente como Pau da Bandeira, o Morro da Cruz foi assim chamado quando Florianópolis era ainda uma pequena cidade. À época, no seu ponto mais alto, colocou-se um sinalizador para que as embarcações pudessem avistar a ilha em alto mar. Com seus 285 metros de altura, o mirante proporciona uma vista panorâmica de toda a cidade; do alto é possível avistar as duas baías, a famosa ponte Hercílio Luz, as pistas do aeroporto e grande parte costeira da ilha, banhada pelo Oceano Atlântico. O Morro da Cruz é um dos principais pontos turísticos da cidade e um excelente ponto de referência para os visitantes. O acesso ao mirante é feito pela Rua do Antão, a partir da Avenida Beira-Mar Norte.

Ribeirão da Ilha

Conhecido como primeira comunidade da ilha, o Ribeirão da Ilha passou a ser habitado pelos índios Carijós a partir do século XVI, tendo recebido os primeiros colonizadores por volta do ano de 1506. Com traços e arquitetura tipicamente açorianos, o Ribeirão da Ilha preserva até hoje sua cultura original, caracterizada pelas casas de paredes rosas com janelas amarelas, brancas, ou verde com azul, além das cortinas nas janelas, quase todas feitas em rendas. Algumas das construções mais típicas de Florianópolis encontram-se no Ribeirão da Ilha, como a Igreja Nossa Senhora da Lapa do Ribeirão e o Museu Etnológico do Ribeirão da Ilha. Além dos fortes traços açorianos, o Ribeirão da Ilha oferece belas praias com águas calmas e areia grossa, por onde é possível fazer agradáveis caminhadas e dar um gostoso mergulho. Nas praias da região é bastante comum encontrar pescadores nativos, puxando as redes das águas para levar peixe fresco para casa. O Ribeirão da Ilha fica localizado no sudoeste de Florianópolis.

Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim

Considerada um monumental conjunto da arquitetura colonial portuguesa, a Fortaleza de Santa Cruz de Anhatomirim foi projetada para ser a principal fortificação do antigo sistema defensivo da Ilha de Santa Catarina. Localizada na Ilha de Anhatomirim, a fortaleza foi palco para o movimento armado da Revolução Federalista iniciada em 1892, durante o governo do Presidente Floriano Peixoto - do qual se originou o nome de Florianópolis. No local, dezenas de rebeldes foram presos e mortos durante a revolta. O famoso ponto turístico é também conhecido por suas lendas e mitos que, segundo contam antigos moradores, há na pequena ilha almas penadas que arrastam correntes à noite, cemitérios clandestinos e túneis secretos. Em 1938, a Fortaleza de Anhatomirim foi tombada, recebendo o valioso título de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Atualmente, cerca de 65% do contingente de 200 mil turistas que visitam fortalezas todos os anos passam por Anhatomirim. A fortaleza está situada na entrada da Baía Norte de Santa Catarina. O acesso à ela é feito por embarcações marítimas, que fazem passeios pela região partindo de diferentes pontos da cidade.

Ponte Hercílio Luz

Conhecida como uma das maiores pontes-pênsil do mundo (e a maior do Brasil), a Ponte Hercílio Luz foi projetada para ser a primeira ligação entre a belíssima ilha e o continente de Santa Catarina. Possui estrutura em aço com peso aproximado de cinco mil toneladas, além dos alicerces e pilares de concreto. Todo o material utilizado na sua construção foi trazido dos Estados Unidos, tendo sido construída por uma equipe de especialistas norte-americanos, em conjunto com operários catarinenses. Seu nome foi uma homenagem ao idealizador do projeto, o governador Hercílio Luz, que faleceu antes mesmo de ver o seu sonho ser concluído. Em 1982, a ponte foi fechada, passando a servir como ponte de referência da cidade e importante ponto turístico da ilha.

Veja também: