Pacote Fácil head banner

Pacotefácil

SEU GUIA FÁCIL DE VIAGEM

Curitiba - Paraná

Pontos turísticos de Curitiba, no Paraná

Pontos turísticos de Curitiba

Capital do Paraná, Curitiba é considerada uma cidade modelo em diversos aspectos. Famosa por estar entre as metrópoles com melhor qualidade de vida do país, ocupa uma posição na lista das 15 Cidades Verdes do mundo. Possui uma cultura eclética influenciada por imigrantes italianos, alemães, poloneses e ucranianos, que pode ser observada na arquitetura e tradições que surgem por todos os lados, tornando Curitiba uma cidade charmosa e acolhedora. A seguir o Pacote Fácil oferece passo-a-passo os principais atrativos turísticos de Curitiba.

Jardim Botânico

Considerado um dos pontos turísticos mais visitados da cidade, o Jardim Botânico de Curitiba abriga um dos mais belos espaços verdes da cidade. Inspirada nos lindos jardins franceses, o espaço apresenta magníficos jardins geométricos, bosques de araucárias, trilhas e uma estufa que tornou-se um dos seus principais cartões-postais. Sua imponente estufa possui uma estrutura metálica com três abóbadas, em estilo art-noveau, inspirado num palácio de cristal londrino do século XIX, e conserva espécies botânicas de referência nacional, além de uma bonita fonte d'água. O Jardim Botânico conta ainda com o Museu Botânico Municipal, um pequeno espaço cultural, quadras esportivas e um velódromo.

Ópera de Arame

Com uma estrutura tubular coberta de placas transparentes, a Ópera de Arame é considerada um dos símbolos emblemáticos de Curitiba. Localizada na área do Parque das Pedreiras, a Ópera de Arame é um teatro destinado a apresentações artísticas e culturais, abrangendo todo o tipo de espetáculo. Assim como sua inusitada estrutura metálica, o cenário externo ao teatro é igualmente belo, rodeado por uma natureza singular: com lago, cascata e vegetação nativa. Sua construção é parcialmente cercada por um lago artificial, cujo acesso se dá por uma passarela que passa por sobre as águas.

Teatro Paiol

Com uma bonita construção circular, o Teatro Paiol deu origem ao processo de reciclagem do uso de edificações de valor para a memória coletiva da cidade. Antigo Paiol, o teatro foi utilizado inicialmente para armazenar o arsenal de pólvora e munições do Exército Brasileiro - daí o seu nome. O Teatro Paiol manteve as características originais de sua construção e, após ser transformado em teatro de arena, tornou-se um importante espaço cultural e cênico de Curitiba. Seu batismo foi realizado pelo poeta Vinícius de Moraes, que compôs uma música especialmente para a ocasião conhecida como Paiol de Pólvora.

Igreja da Ordem

Considerada a igreja mais antiga de Curitiba, a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Chagas, mais conhecida como Igreja da Ordem, está dentre os importantes marcos históricos da cidade. Sede de um convento franciscano no século XIX, a igreja serviu como paróquia para colonos poloneses e alemães, além de receber a visita do ilustre Imperador Dom Pedro II. A Igreja da Ordem foi tombada no ano de 1965 e, atualmente, abriga o Museu de Arte Sacra de Curitiba, com um acervo que reúne peças de diversas outras igrejas da região, como o altar retábulo lateral da Igreja Matriz.

Ruínas de São Francisco

Datadas do século XIX, as ruínas de São Francisco são os restos da antiga construção da Igreja de São Francisco de Paula, cujo edifício nunca foi finalizado. Fechadas com grades de proteção, representam os vestígios do que seria a parte frontal da igreja. As ruínas de São Francisco encontram-se envoltas em mistérios e lendas que povoam o local, uma das quais relata a existência do tesouro de um pirata ali enterrado, que após morrer, voltaria para assustar as pessoas que dele se aproximavam. Atualmente, o local abriga espaços de comércio, gastronomia, anfiteatro e arquibancada, formando as Arcadas das Ruínas.

Relógio das Flores

Dentre os belos pontos turísticos de Curitiba, o Relógio das Flores foi um presente dado por joalheiros à cidade. Formado por um canteiro florido, o relógio tem suas flores repostas a cada trimestre, de acordo com a respectiva estação do ano. O Relógio das Flores está localizado na Praça Garibaldi, no Setor Histórico, e apresenta oito metros de diâmetro com ponteiros em fibra de vidro. Funciona com base na emissão vibrátil do quartzo, que oferece maior precisão das horas, recebendo impulsos eletrônicos de uma central instalada na Igreja do Rosário.

Mercado Municipal

Conhecido como um tradicional endereço de compras, o Mercado Municipal de Curitiba oferece um imenso e aconchegante espaço para encontro de moradores e turistas. Fundado na década de 50, o mercado surgiu a partir do acúmulo das carroças de colonos em torno do centro da cidade, resultando na necessidade de sua construção. O Mercado Municipal abriga desde bancas de hortigranjeiros, até lojas de delicatessen, de vinhos, restaurantes e bistrôs, onde é possível comprar os mais variados produtos, entre frutas, verduras, cereais, pescados, carnes exóticas, conservas, embutidos, queijos, iguarias, especiarias, bebidas e vinhos. Também é possível saborear pratos diversos e deliciosos cafés.

Rua 24 Horas

Com uma estrutura metálica tubular, a Rua 24 Horas representa uma concepção futurista em constante movimento. Com cerca de 120 metros de extensão, a rua possui 32 arcos metálicos cobertos por vidros, simbolizando a moderna arquitetura curitibana. A famosa Rua 24 Horas oferece inúmeras opções gastronômicas e de lazer, que funcionam 24 horas, entre lojas de conveniência, mercearia, revistaria e floricultura, até restaurantes, bares, bancos e acesso à internet gratuito. Ao longo da rua há relógios estilizados representando a idéia de movimento "dia e noite", iluminados e comandados por uma central eletrônica à quartzo.

Memorial Árabe

Criado em homenagem à cultura árabe, o Memorial Árabe possui o estilo arquitetônico das construções mouriscas do Oriente Médio. Com seu formato de cubo, o memorial está situado sobre um bonito espelho d'água, abrangendo elementos como abóboda, colunas, arcos e vitrais mouriscos. O Memorial Árabe abriga em seu interior uma agradável cafeteria, uma biblioteca especializada e uma pinacoteca com temas da cultura árabe, onde é possível conhecer um pouco mais sobre a história e as riquezas do Oriente Médio. Sobre um pedestal de mármore, há uma representativa escultura do escritor Gibran Kalil Gibran.

Torre Panorâmica

Considerado o ponto mais alto de Curitiba, a Torre Panorâmica oferece uma visão em 360 graus da cidade e dos belos contornos da Serra do Mar. Do alto de quase 110 metros de altura, a torre funciona como um belíssimo mirante, além de ser suporte para a telefonia celular da região. Também conhecida como a Torre das Mercês ou Torre da Telepar, abriga o Museu do Telefone, uma sala de vídeo e um inusitado mapa em relevo com todos os detalhes da cidade. É a única torre de telecomunicações do Brasil com mirante aberto à visitação.

Praça Tiradentes

Conhecida como o marco zero da cidade, a Praça Tiradentes é considerada a praça mais antiga de Curitiba. Antigo Largo da Matriz, o espaço é dominado pela magnífica Catedral de Curitiba que hoje ocupa o lugar da antiga capela (de onde surgiu a cidade). Segundo uma lenda local, o lugar teria sido escolhido pelo cacique Tindiquera, da tribo Tingui, para transferir os primeiros habitantes da região. A Praça Tiradentes abriga um monolito histórico com a Cruz de Cristo, e ao lado, o Marco Zero da cidade, utilizado para referências geodésicas. No meio da praça há um trecho de piso de vidro laminado, com iluminação especial, onde foi encontrado um calçamento histórico datado de meados do século XIX.

Parque Iguaçu

Considerado o maior parque urbano do país, o Parque Regional do Iguaçu foi criado para preservar o santuário ecológico da região. Com uma rica diversidade natural, o Parque Iguaçu é cortado pelo rio Iguaçu, formando campos inundados e matas ciliares às suas margens, além de abrigar lindos bosques que completam sua paisagem. Dentre as principais atrações do parque está o Zoológico de Curitiba, que conserva mais de mil espécies de animais da América do Sul. Há também uma ótima infra-estrutura com quiosques, churrasqueiras, lanchonete e áreas de lazer com quadras esportivas, equipamentos de recreação, praia fluvial, entre outras.

Parque Tingui

Situado às margens do rio Barigui, o Parque Tingui faz parte de um projeto para a implantação do maior parque ambiental linear do país. Com uma imensa área verde, o parque apresenta recantos, lagos, pontes de madeira cobertas e uma extensa área de lazer com ciclovia, pista de corrida e churrasqueiras. Seu nome é uma homenagem aos índios tinguis que habitavam o local na época de sua colonização. Um dos destaques do parque é o imponente Memorial Ucraniano (réplica da igreja de São Miguel Arcanjo) construído em homenagem aos imigrantes e onde são realizadas festas típicas e apresentações folclóricas.

Bosque Alemão

Criado em homenagem à cultura e tradições dos imigrantes alemães, o Bosque Alemão é um memorial aos colonos que contribuíram fortemente para o estilo de vida dos curitibanos. Com um imenso bosque de mata nativa, o Bosque Alemão abriga uma natureza exuberante, com inúmeras nascentes de água doce e trilhas espalhadas por todo o local. Dentre as suas atrações estão o belíssimo Portal Alemão, que reproduz a fachada de uma antiga construção germânica; a Torre dos Filósofos, um lindo mirante de madeira que permite ter uma visão panorâmica da cidade; a Trilha de João e Maria, onde se ilustra o conto dos irmãos Grimm, com versos pintados em azulejos ao longo do percurso; entre outras.

Santa Felicidade

Antiga colônia de imigrantes italianos, a região de Santa Felicidade preserva a cultura trazida por colonos que ali habitaram. Abrangendo 16 bairros de Curitiba, Santa Felicidade abriga importantes conjuntos arquitetônicos, como a Igreja Matriz de São José, com elementos da arquitetura clássica e românica; o cemitério de Santa Felicidade, com seu inédito panteão; a Casa dos Arcos, com seus belos pórticos em arcos; entre outras. A região de Santa Felicidade oferece um dos melhores pólos gastronômicos da cidade, com grande número de restaurantes servindo pratos típicos italianos e vinho colonial; há também lojas de artesanato e móveis de vime e junco.

Universidade Livre do Meio Ambiente - ULMA

Com o objetivo de desenvolver a consciência da população em defesa do meio ambiente, a ULMA - Universidade Livre do Meio Ambiente - fez de Curitiba a primeira cidade do mundo a manter um espaço de estudos e repasse de conhecimentos sobre o meio ambiente e ecologia. Construída com materiais rústicos, como eucaliptos, a universidade possui um projeto arquitetônico que repete as formas e cores dos quatro elementos da natureza: terra, água, fogo e ar. Sua rampa em formato de espiral, permite a observação panorâmica de todo o seu entorno. A ULMA está localizada numa área de mata nativa de rara beleza.

Caminhos de Guajuvira

Localizado no município de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, o Caminhos de Guajuvira é um roteiro de turismo rural, que oferece intenso contato com a vida do campo e a diversidade cultural dos descendentes de imigrantes locais. Com aproximadamente 42 quilômetros de percurso, o roteiro abrange dez pontos para visitação, onde propriedades produzem artesanato, flores, café rural típico holandês - com broa caseira e cuque com farofa doce -, além de uma grande variedade de comidas típicas. Sua encantadora paisagem rural apresenta rios, campos e uma bonita vegetação nativa, conservando um clima rústico.

Foto da autora do site

Ana Golfetto Masella


Criadora e produtora do site Pacote Fácil, onde elabora guias de viagem sobre os mais de 12 estados brasileiros e 60 destinos que já visitou. Trabalha com internet desde 2008. Exerce as funções de Programadora e Gestora de Conteúdo Web e para Mídias Sociais. Natural da cidade de São Paulo, também escreve sobre vinhos, uma de suas paixões, tendo ministrado cursos de degustação para grupos de enoturismo.

Dicas por e-maildicas por e-mail

comments powered by Disqus