Pacote Fácil head banner

Pacotefácil

SEU GUIA FÁCIL DE VIAGEM

Chapada Diamantina - Bahia

Guia de viagem da Chapada Diamantina, na Bahia
A verdadeira riqueza baiana!

É impossível descrever a beleza da Chapada Diamantina em algumas poucas palavras. O destino é simplesmente indescritível, tamanho o seu fascínio e esplendor. Só estando pessoalmente no lugar para sentir a energia e vibração que emanam da natureza.

Esse pedaço do paraíso é uma verdadeira jóia incrustrada no coração da Bahia. Aliás, ouro, diamante e pedras preciosas foi o que atraiu os seus primeiros exploradores no século XVIII. O que eles não sabiam é que as riquezas iriam muito além disso. Ela está presente em cada paisagem, em cada cachoeira e em cada trilha exuberante.

Quanto aos seus habitantes, são pessoas simples, amigáveis e bastante hospitaleiras. Você vai se sentir praticamente em casa!

Quando ir
Cachoeira da Fumaça na Chapada Diamantina, Bahia

A melhor época para visitar a Chapada Diamantina é muito pessoal. O clima da região é tropical, com temperatura média anual variando em torno de 23º C.

O trekking é melhor aproveitado entre os meses de março a outubro, quando chove menos. Já entre abril e setembro, o sol atinge a posição ideal para alcançar as águas do Poço Encantado.

Parte da Chapada Diamantina está preservada através de um Parque Nacional. A região abrange algumas vilas e cidades como Lençóis, Andaraí, Igatú, Mucugê, Ibicoara, Rio de Contas, Vale do Capão e Palmeiras.

O que fazer
Artesanato na Chapada Diamantina, Bahia

A Chapada Diamantina tem trilhas, belezas naturais e atrativos culturais.

São cachoeiras, poços, grutas e chapadões de diversos tipos. A fartura de atrações é grande. As trilhas oferecem diferentes níveis de dificuldade. No caminho, você observa uma fauna e flora exuberantes, lindas paisagens e ruínas de antigas vilas de garimpeiros.

Mas os passeios não se limitam às trilhas. Há exploração de cavernas, visita à impressionantes poços subterrâneos e passeios de canoa.

Onde ficar
Hospedagem na Chapada Diamantina, Bahia

A hospedagem na Chapada Diamantina está dividida entre as diferentes cidades que fazem parte da região.

Lençóis é a cidade com melhor infraestrutura turística. Há hotéis e pousadas de diferentes preços e estilos. Em Andaraí e Mucugê você encontra menos alternativas de hospedagem, porém, mais acessíveis. Nos vilarejos ao redor, a hospedagem é feita em casas de famílias da região. Já, a pequena Igatu, oferece pousadas onde a simplicidade predomina.

Nas trilhas longas, o viajante pernoita em campings improvisados ao ar livre.

Como chegar
Marimbus na Chapada Diamantina, Bahia

A melhor forma de chegar à Chapada Diamantina é viajar de avião até Salvador, a partir de qualquer capital do Brasil. Há vôos regulares ao Aeroporto Internacional de Salvador (SSA) de diversas cidades do país e do exterior.

Em Salvador você pega um outro vôo para Lençóis. O Aeroporto Horácio de Mattos é pequeno, mas recebe vôos regulares. A dica é alugar um carro a partir do aeroporto.

Uma outra alternativa é pegar um táxi do aeroporto até a Rodoviária de Salvador. De lá partem ônibus para as cidades de Lençóis (414 km), Andaraí (328 km), Igatu (432 km) e Mucugê (448 km).

O que comer
Culinária típica da Chapada Diamantina: cortado de palma

A culinária da Chapada Diamantina foi influenciada por escravos e garimpeiros vindos de Minas Gerais.

Nos restaurantes, você encontra pratos típicos como a galinha ao molho pardo, o arroz com pequi, o godó de banana verde e o cortado de palma (uma espécie de cacto refogado que lembra a couve refogada). Como sobremesa, você saboreia frutas como o umbu e o pequi, além da grande variedade de frutas cítricas como a mangaba.

Os melhores restaurantes estão concentrados na cidade de Lençóis. Mas nem é preciso dizer que os ares da Chapada Diamantina tornam as refeições ainda mais agradáveis e tranquilas.

Roteiro ou excursão?
Poço Azul na Chapada Diamantina, Bahia

Se você é uma pessoa que gosta de curtir os passeios no seu ritmo, o melhor é optar por uma viagem independente, onde você é quem comanda o próprio roteiro. Neste caso, esse guia oferece as informações básicas para você viajar.

Já, se busca a comodidade e não tem tempo de planejar, opte por comprar um pacote de viagem para a Chapada Diamantina. Este guia fornece à você diversas ofertas de pacotes.

Pode ser que você procure outras companhias para viajar. A dica é se inscrever no grupo Amigo Viajante e ficar atento às excursões e passeios, ou até postar um convite para uma viagem.

Foto da autora do site


Criadora e produtora do site Pacote Fácil, onde elabora guias de viagem sobre os mais de 12 estados brasileiros e 60 destinos que já visitou. Trabalha com internet desde 2008. Exerce as funções de Programadora e Gestora de Conteúdo Web e para Mídias Sociais. Natural da cidade de São Paulo, também escreve sobre vinhos, uma de suas paixões, tendo ministrado cursos de degustação para grupos de enoturismo.

comments powered by Disqus