Pacote Fácil
Seu guia fácil de viagem
   
 
Especial de sobrevivência na selva:
Parte I - Manual para sobreviver numa selva
 
 
Rio Amazonas na Floresta Amazônica"A sobrevivência não é uma opção de vida, mas uma condição de vida, e necessidade universal"
 
Nos dias atuais, o despreparo e desconhecimento próprio - e do ambiente - fazem com que inúmeras pessoas imponham limites a si mesmas no que diz respeito à suas experiências com lazer, esportes e turismo.
 
Situações de emergência costumam surpreender a qualquer pessoa e, por isso, exigem que se tenha um conhecimento prévio - e preparo - para casos "fora do comum".
 
As regras de sobrevivência na selva têm por objetivo propiciar ao indivíduo os conhecimentos necessários para que ele possa sobreviver em ambiente hostil; o objetivo é prepará-lo para agir nos casos de extrema urgência e gravidade.
 
Ter conhecimentos de sobrevivência aumenta sua segurança psicológica, evitando assim, atitudes de desespero. Em momentos de grande estresse emocional é muito importante substituir o impulso inicial de se desesperar, por manter o equilíbrio da mente.
 
 

 
Parta do princípio de que a natureza
nunca se adaptará à você, mas você 
é que deverá se adaptar à ela!
 

   
 
Manual de sobrevivência na selvaVamos supor que você esteja numa situação de perigo, perdido em plena Floresta Amazônica. A partir de agora você precisará utilizar os ensinamentos que aprendeu naquele curso de sobrevivência na selva, quando você imaginou nunca precisar utilizá-los! Pense que você
já está em grande vantagem, apenas por possuir conhecimentos que outras pessoas jamais adquiriram ou, simplesmente, nunca ouviram falar. Os oito passos ensinados a seguir serão de extrema importância para você sobreviver num ambiente selvagem e hostil:
 
Passo 1: se você estiver perdido na selva, é importante não entrar em pânico. A calma será essencial em situações como essa.
 
Passo 2: mantenha-se hidratado o tempo todo. Você terá possibilidades de obter água na selva a partir das seguintes informações:
  • se houver um rio nas proximidades, procure seguir sempre o seu leito para garantir o estoque de água;
  • extraia o líquido do cipó d'água fazendo um corte acima do local que desejar e apertando-o no lugar que pretende ingerir o líquido;
  • o bambu também poderá fornecer água, mas não a beba caso seu aspecto esteja sujo;
  • quando chover utilize uma folha como funil para conduzir a água até a sua boca;
  • a água estocada nas folhas da bromélia podem ser ingeridas.
Passo 3: alimente-se sempre que possível. Observe o que o macaco ou outros animais da floresta comem; se você comer exatamente as mesmas coisas, certamente não terá problemas.
 
Passo 4: faça uma fogueira. O fogo ajuda a espantar os animais e poderá ser útil para muitas outras ocasiões; caso chova, procure um formigueiro, pois dentro deles sempre há folhas secas, que servirão para acender sua fogueira.
 
Passo 5: previna-se contra as impurezas de plantas e animais. A chama do fogo imuniza as impurezas de plantas e animais que lhe servirão de alimento, por isso, antes de colocar algo na boca, previna-se cozinhando-os.
 
Passo 6: tenha conhecimento sobre outras funções do sangue. O sal é a única substância que você não encontrará à disposição no meio ambiente da selva, pois estará restrita apenas ao sangue; caso não esteja de posse de alguma embalagem de sal convencional, recorra ao sangue animal. Uma outra opção é utilizá-lo no cozimento de alimentos, uma vez que o sangue dará um maior sabor à sua comida.
  
Passo 7: nunca ande à noite. Os predadores possuem hábitos noturnos e você dificilmente terá alguma chance diante de um deles.
 
Passo 8: memorize duas siglas que poderão ser de extrema importância para a sua sobrevivência na selva:
 
 
1. ESAON, que significa:
  
 
 Estacione
Evite deslocamentos desnecessários
 Sente-se
Pare para descansar e pensar
 Alimente-se
Procure nutrir o seu organismo
 Oriente-se 
Determine a direção a seguir 
 Navegue 
Siga a direção determinada 
 
 
2. CAL, que significa:
 
 
  Cabeludas
  Amargas
  Leitosas
             
 
*Esta é a definição das plantas que serão PROIBIDAS para o seu consumo.
 
 
Importante
 
 
"Investir na cultura da sobrevivência é controlar o lado subjetivo do risco; é dominar a si mesmo, antes de tentar dominar o ambiente; é estender o seu tempo de vida, para viver mais e intensamente; é ser capaz de vencer os obstáculos e aproveitar o que a vida tem de melhor"
 
 
Clique aqui e acesse nossos novos manuais de sobrevivência na selva.
 
 

Conteúdo 100% Gratuito!